Joãozinho chamou o pai no meio da noite e disse:
– Pai, tem muitos mosquitos no meu quarto!
– Apague a luz que eles vão embora, filhote! — diz o pai, carinhosamente.
Logo depois apareceu um vaga-lume. O menino chamou o pai outra vez:
– Pai, socorro! Agora os mosquitos estão vindo com lanternas!


Ricardinho já estava cansado de ser chamado de boiola na vizinhança. Por isso resolveu arrumar uma namorada, noivou casou pra ver se paravam de encher o saco. Na lua-de-mel, a noiva, uma ruiva maravilhosa, fica impaciente pelo grande momento. Deita na cama, abraça, beija, faz de tudo e o moço nada. Só ficava na janela, olhando pro céu estrelado. Ela continua insistindo e… nadica de nada! Daí, a dona perde a paciência:
– Qualé, Ricardinho? Vais ficar aí sentado na janela olhando pro alto, é?
E o Ricardinho:
– É que minha mãe falou que essa seria “A noite mais maravilhosa da minha vida“. E você acha que ia perder alguma coisa?


A aula introdutória estava sendo ministrada a todos que se iniciavam na carreira militar.
— Prometo que não vai demorar — disse o instrutor.
— Para aqueles que estão entrando na Aeronáutica, terminaremos às duas horas. Para o pessoal da Marinha, isso quer dizer às 14hs. E para o pessoal do exército, o ponteiro grandão vai estar no 12 e o pequenino no dois.


Um bêbado entrou num ônibus, sentou ao lado de uma moça e disse:
– Mas como tu é feia, tu é a coisa mais horrível que eu já vi!!
– A moça olha para ele e responde:
– E tu seu bêbado nojento!!!
E o bêbado imediatamente responde:
– É, mas amanhã eu estou curado!!!


O rapaz vai com um amigo no estádio assistir um jogo de futebol. Como a casa da avó velhinha fica no caminho ele resolve dar uma passadinha para cumprimentá-la. Aproveitando a presença do neto, a velhinha pede para ele consertar um vazamento na pia da cozinha. Enquanto isso, ela leva o amigo do neto para a sala e oferece-lhe uma bebida. Junto com o copo está um pratinho de amendoins que o rapaz come sem parar, um por um. Tarde demais ele percebe que comeu tudo que havia no prato. Na hora de ir embora ele agradece calorosamente a avó do amigo:
– E obrigado pelo amendoim… Espero não ter abusado, não lhe deixei nenhum, desculpe!
A vovó, amável, responde:
– Não tem problema, meu filho. De qualquer jeito não posso mais comê-los. Depois que perdi meus dentes, eu só lambo o chocolate que vem em volta.


Um colunista social de revista de fofocas sai de férias e resolve ir para uma fazenda de um parente. Lá, o fazendeiro manda-o jogar esterco num campo, imaginando que o colunista irá levar o dia inteiro. Uma hora depois ele volta para o fazendeiro dizendo que está terminado. O fazendeiro vai verificar e o serviço foi concluído eficientemente.
Ele dá então outra tarefa: separar batatas em três montes: grandes, médios e pequenos.
De noite, o colunista não aparece. dia seguinte ele não vai almoçar. O fazendeiro vai tenta saber o que aconteceu. O jornalista está na frente das batatas, com apenas três batatas separadas.
-Não entendo! – espanta-se o fazendeiro – O senhor cuidou do esterco em uma hora e não consegue separar as batatas em três montes?
– É que… espalhar merda é comigo mesmo.


Uma família feliz está à mesa de jantar quando o filho faz uma pergunta “nada a ver”:
Papai, quantos tipos de seios existem?
– Bem, filho, existem três tipos de seios. Aos 20 anos a mulher tem seios como melões: firmes e redondos. Aos 30 e aos 40 eles são como peras, ainda belos, porém um pouco caídos… Aos 50 os seios ficam como cebolas: quando você olha para eles, fica com vontade de chorar.
Depois dessa resposta, a filha é quem pergunta para a mãe:
Mãe, quantos tipos de pênis existem?
A mãe olha pro marido e responde:
Filha, o homem passa por três fases: Aos 20 anos o pênis é como um pé de Jacarandá, respeitável e firme. Dos 30 aos 40 o pênis é como um pé de Chorão, flexível mas confiável. Após os 50 o pênis fica como uma árvore de Natal.
– Como assim?
– Morto da raiz até a ponta e as bolas ficam penduradas como decoração!