Joãozinho chamou o pai no meio da noite e disse:
– Pai, tem muitos mosquitos no meu quarto!
– Apague a luz que eles vão embora, filhote! — diz o pai, carinhosamente.
Logo depois apareceu um vaga-lume. O menino chamou o pai outra vez:
– Pai, socorro! Agora os mosquitos estão vindo com lanternas!


Ricardinho já estava cansado de ser chamado de boiola na vizinhança. Por isso resolveu arrumar uma namorada, noivou casou pra ver se paravam de encher o saco. Na lua-de-mel, a noiva, uma ruiva maravilhosa, fica impaciente pelo grande momento. Deita na cama, abraça, beija, faz de tudo e o moço nada. Só ficava na janela, olhando pro céu estrelado. Ela continua insistindo e… nadica de nada! Daí, a dona perde a paciência:
– Qualé, Ricardinho? Vais ficar aí sentado na janela olhando pro alto, é?
E o Ricardinho:
– É que minha mãe falou que essa seria “A noite mais maravilhosa da minha vida“. E você acha que ia perder alguma coisa?